Shinobi History - Forever


 

Compartilhe | 
 

 RP - Herança

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: RP - Herança    Sex Jul 21 2017, 11:24



RP - Herança


Numa noite chuvosa, como sempre Handa estava trancado dentro de sua casa onde quase não entra a luz do dia.
 Deitado no sofá de sua sala, tomando um chá de ervas verdes lendo um livro chamado ''Musashi'' onde contava uma historia de um samurai e ao seu lado uma pequena vela que iluminava as palavras do livro para serem compreendidas no escuro da sala.

De repente pode se ouvir um barulho vindo da sua porta seguido de uma voz masculina dizendo - Temos algo para você, parece ser do seu tipo! -




----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sex Jul 21 2017, 14:30




Excelsior
"E então Miyamoto Musashi sacava sua Katana da bainha, num movimento tão elegante quanto às lendas o retratavam, o sol refletido no fio da lâmina cegou seus inimigos que caíram perante sua presen..." Era bom demais para ser verdade, um dia sem incomodos, ao memos estava sendo... -Huh?- Alguém do lado de fora chama minha atenção, dizia ele ter algo para mim? Até parece... Gentilmente deixo o livro escorrer de minhas mãos até que caia no sofá, olho atentamente e conto o número de passos até a porta... Seriam cerca de seis passos largos, quase três metros... Levanto-me num salto, de pé, me espreguiço enquanto bocejo ao mesmo tempo que venho a erguer meus dois braços para o teto, tentando aliviar todo o meu comodismo, nem sequer dou um passo e minha barriga se põe a roncar, vai ver passar a tarde toda sem comer nada não foi uma boa idéia...
Coçando minha cabeça caminho em direção a porta, lá evito proximidade, apenas três passos seriam o suficiente, assim fico parado há certa de um metro e meio, seria o tamanho exato de uma Katana caso alguém tentasse por ventura me assassinar, a essa distancia eu teria uma melhor possível reação reparando... Olho a sombra da figura por debaixo da porta enquanto aqueço minhas cordas vocais, assim após exatos trinta segundos do momento em que o homem se anunciou, ocasionalmente venho a responder por educação... -Do que se trata?- Simples mas direto, se ele queria algo comigo precisaria no mínimo me passar informações concretas, mas também é válido considerar que ele disse "temos", ele pertence há um grupo ou organização, talvez seja só um capacho ou mensageiro do próprio Daimyo, uma tarefa que os demais ignorantes não conseguiriam solucionar... Esperando por uma resposta ainda distante da porta, encaro meu livro em cima do sofá, em suma uma tremedeira de preguiça me atinge assim como o desejo de para lá, retornar...

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sex Jul 21 2017, 15:07



RP - Herança

O jovem era realmente estranho..... Ao olhar em baixo da porta, não é possível ver nada, nenhuma sombra ou alguém ali. Apos sua pergunta um silencio toma conta do local... Nenhuma resposta foi obtida.



----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sex Jul 21 2017, 15:35




Excelsior
Após realizar minha pergunta, que eu tenho toda certeza que pronunciei alto e claro, até o mais que suficiente para uma suposta pessoa do outro lado da porta viesse a ouvir, estaria ele tentando fazer algum tipo de graça com minha cara? Ou então tudo na verdade não passava de fruto da minha imaginação? Talvez eu agora esteja forçando minha sanidade, é claro que era alguém, eu nem sequer estava esperando ou ansioso por algo, logo não poderia imaginar esse tipo de coisa... Meus pensamentos são interrompidos por um alto ronco de meu estomago... “Se eu fosse imaginar algo seria um bolo...” Divago pensando, isso vai ser bem complicado... O Homem não responde, e eu nem sequer tinha visão dele, a ausência de sombra na porta, estaria de noite? Ou ele se foi? Talvez seja algo sem sombra... Olho para minha casa vazia e respiro fundo enquanto dou mais dois passos encostando a orelha na porta, fechando os olhos por sete segundos tentaria ouvir algo, mas sem resposta da madeira seca da porta me afasto novamente um bocado... Até que um possível cenário se passa em minha mente... Ele disse ter algo para mim, algo que eu poderia me interessar, mas ele vinha em nome de alguém, ou algum grupo, quem sabe até família... -Como é que os Daimyos faziam mesmo?- Deixo escapar em voz alta, mas ao forçar minha memória acabo por me recordar do comum uso de pergaminhos para registrar novos subordinados ao reino, o que não é o que penso em ser, um mero subordinado, mas a curiosidade de resolver este caso não me deixa acomodar novamente, eu só queria ler o resto do livro e dormir mais um pouco... Se esse for o caso, ele veio, deixou a tal tarefa e... -Ah, ele foi embora...- Olho para os lados e levanto suavemente minha mão esquerda até a porta, em contato com a maçaneta, abro a porta intensamente para olhar rápido no chão e averiguar se ali tinha algo pendurado....

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sex Jul 21 2017, 15:54



RP - Herança

Ok.... Ao abrir a porta num rápido solavanco é possível ver um pergaminho marrom escuro que estava enrolado sobre chão.



----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sex Jul 21 2017, 16:37




Excelsior
Dentre todas as dezenas de centenas de detalhes ao observar o mundo a fora, por entre toda aquela madeira umedecida do chão na frente de minha casa, superior ao solo de terra que impedia o mofar com a passagem de água direto para a terra, a coisa que mais me chamava a atenção era o pergaminho, por que diabos um pergaminho seria marrom escuro? Me agacho em frente a porta olhando atentamente aos arredores, não queria ninguém me observando, com apenas indicador e polegar erguidos aproximo minha mão esquerda do pergaminho, o levantando ao ar por uma pequena ponta, como se fosse algo nojento... Assim o ponho de lado a minha orelha e chacoalho ele um pouco, ouvindo o leve som do amassar da folha, talvez não esteja podre, mas logo em seguida resolvo o por na frente de meu nariz, e ao inspirar profundamente sinto um cheiro incomodante de suor, talvez do homem que o trouxe... -Mas por que marrom?- Não consigo parar de pensar nisso, seria um papel natural? Ou feito de pele humana? Isso é muito bizarro e não quero pensar muito, então me levanto o segurando normalmente enquanto dou um passo para trás e fecho a porta, giro em cento e oitenta graus, as minhas costas agora a encarar a porta podiam se apoiar nela, enquanto com cuidado para não amassar ou rasgar aquele velho papel, removo o laço que o protegia totalmente, claro, nenhum bandido iria o tirar para ler o que tinha nele... -Por que eu faço isso?- Uma piada tão idiota, sendo que um laço desses serve apenas para poupar espaço que o pergaminho iria ocupar, enfim, num ângulo de noventa graus de minha face abro o pergaminho para que possa o ler finalmente e descobrir o porque de eu ser incomodado nesta noite de chuva...

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sex Jul 21 2017, 17:15



RP - Herança

Ao pegar o pergaminho, o jovem se levanta  fechando a porta, e preparado para ler o pergaminho que dizia:

Citação :
Missão: Herança
Dificuldade: B
Objetivo: Ache o culpado pela morte de Kumi.
Recompensa: 140 Ryous
Descrição: Kumi, uns dos homens mais ricos de Mokuami, acaba de ser encontrado por sua faxineira morto em seu quarto, ninguém viu como aconteceu.


----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sex Jul 21 2017, 18:04




Excelsior
Então Kumi foi morto, curiosamente ele é um dos homens mais Ricos de Mokuami, isto abre tantas portas, mas essa situação num todo me chama a atenção, deveria claramente analisar com cuidado antes de tirar conclusões precipitadas, embora seja apenas um pergaminho, a maneira com que foi escrita tem muito há revelar... Kumi, para começar, “um dos Homens mais Ricos de Mokuami”, nunca fui de me envolver com assuntos capitais e comerciais, mas se ele é “um dos homens” posso supor imediatamente que haja outros tão ricos quanto Kumi ou senão até mais ricos do que a vitima deste assassinato... Mas o que torna isso tão relevante? Eu não me surpreenderia se um rico maluco mandasse matar o seu companheiro de negócios para se favorecer... -Possibilidade um, anotada...- Olho aos meus arredores e coloco o polegar esquerdo em minha boca, virado para ela, enquanto continuava a analisar... “acaba de ser encontrado por sua faxineira morto em seu quarto”, ele foi encontrado, posso supor nesta manhã, se a faxineira tivesse o matado, poderia ter escondido o corpo ao invés de alarmar os guardas dizendo que o havia encontrado assim, além do mais, eu não sei qual foi a reação dela, poderia estar chorando, mas suas pupilas deveriam estar dilatadas para representar o real sentimento de trauma... Outro fator a se considerar é, a faxineira chegou na mansão dele? Ou já teria dormido lá? Ela apenas chegou e o encontrou morto, então quem quer que tenha o matado, tinha fácil acesso a residência, poderia ser um familiar ou amigo próximo, o que eu mais quero saber é, como ele foi morto? Apunhalado? Envenenado? Tudo isso é relativo e fará a maior diferença para solucionar este mistério... Respiro fundo e me sento, esperando o maior entardecer, ao chegar do auge lunar, cerca de meia noite, irei me dirigir até o castelo da Daimyo, para evitar ser visto por outros, manterei a furtividade para me comunicar com a figura de maior importância na vila...

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 15:25



RP - Herança

Chega finalmente a possível hora para sair. Ninguém frequentava as ruas aquelas horas, os postes de lamparinas estavam apagados, pelo menos a maioria deles.


----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 16:22




Excelsior
Cento e quarenta Ryous, o que será que dá para ser feito com essa quantia capital de moedas? Com sorte vai ser o suficiente para comprar algum livro ou pergaminho antigo, afinal, como todos sabem não há conhecimento que não contenha poder, saber e conhecer é tão, tão... Incrível!? Após sair de casa, caminho lentamente pelas ruas da velha Mokuami, uma vila que eu diria não ser metade do que um dia foi, seu exército deve ser o mais fraco, desorganizado e ignorante... Se Mogami nos atacasse, uma vila de meros comerciantes, seria nosso fim... -Como consertar isso?- Digo alto, meus pensamentos sempre acabam saindo por minha boca as vezes, chacoalho minha cabeça enquanto tento me focar em minha missão, as informações que me passaram são tão escassas que sou obrigado a me encontrar com a própria Daimyo, -Pensando bem... Rank B...?- Eu recebi uma missão de Rank B, mas eu tenho quase toda certeza que isso é de um nível Chunin, talvez me superestimem... Não que estejam errados... -É, dou conta sim...- Continuo caminhando inexpressivo para o centro norte da vila buscando o castelo da Daimyo, está frio e o clima é pós chuva, o solo está lamoso e quando respiro posso ver o ar em contraste, como se névoa voasse com minha respiração, meia noite e frio, andar na rua e sozinho, que ótima combinação, acho que eu vou ser o próximo assassinado... Enquanto caminho, não deixo de olhar para meus arredores, ainda sou uma espécie de detetive, o crime de Kumi pode ser interno, mas não descarto a possibilidade de um aspirante a Serial Killer ter nascido hoje, -Suposições e mais suposições...- é a única coisa que posso fazer até me encontrar com a grande senhora Shingen, o que não demora pois depois de uma longa caminhada vejo o castelo, tento entrar despercebido e busco pela sala dela...

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 16:37



RP - Herança

Você chega finalmente na sala dela. Adentrando o local onde a mesma lia alguns papeis nota sua presença falando - Ora ora... Não esperava por sua visita! O que deseja? -


----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 18:20




Excelsior
Como de costume, não deveria ser nenhuma surpresa a minha presença inesperada, o retratado nessa situação deve ser encarado com cautela, Shingen é a Daimyo de Mokuami, uma mulher jovem mas poderosa, tarde da noite, sempre trabalhando, seus olhos determinados encaravam os papeis enquanto sua expressão neutra levemente se modificava, seus olhos viam meu rosto pálido e assombroso, enquanto as sobrancelhas da mulher se envergavam numa expressão de leve surpresa, talvez como já esperado por mim, uma presença inesperada, ela firma os papéis os organizando numa pilha enquanto levemente sugere sua frase que necessitava alguma resposta... “Hora Hora” estaria ela demonstrando surpresa ou cinismo pelas horas de minha chegada, uma coisa é certa e cito por uma terceira vez, presença inesperada... Mas então ela prosseguia, “Não esperava” com ênfase em esperava, logo seguido de uma pausa, ela procurava a palavra certa, “por sua visita!” afirmando então, encontrou a maneira correta de comentar sobre eu aqui hoje, mas como é seu trabalho monitorar o que acontece na vila, assim como o que eu precisava ou iria fazer ali, a grande mulher vem a finalizar sua frase, “O que Deseja?” ela pergunta, afinal se eu vim aqui tinha objetivos e ela não era tola, era claro que eu precisava da ajuda dela e de informações que apenas ela como Daimyo da vila poderia me fornecer, me aproximo dela, fico há dois metros de distância, tossindo com a mão em frente a boca para poder dizer alto e claro... -Ahm, lamento o inoportuno grande senhora Shingen, mas sinto em lhe ter de pedir auxilio!- busco as palavras corretas, estava demonstrando insegurança, queria passar a mulher o conforto de poder me acolher, me auxiliar como um membro de sua vila, mas então meus olhos sem graça se tornam inexpressivos e minha voz entona seria acabando com todas as pausas por entre palavras... -Senhora, preciso de informações sobre o caso Kumi, quem ele era e com quem era relacionado?- Enquanto falo, movo minha mão esquerda até o pergaminho em meu bolso o recolhendo e erguendo próximo a meu peito enquanto aponto para ele com o indicador direito... -Isto está totalmente errado, ele foi encontrado morto mas quem pode afirmar algo? Eu acho que a senhora pode me informar especificamente, por que alguém iria querer este homem morto?- É claro que a cena do crime seria analisada por mim logo em seguida, mas tudo o que eu puder extrair de Shingen será valido!

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 18:59



RP - Herança

Ouvindo as palavras do jovem, paro de encara-lo e reúno meus papeis os segurado em minhas mãos, em seguida me levanto e caminho até um arquivo e coloco os papeis sobre ele.
Olho para o jovem quando ele termina de falar e respondo -  Kumi como já dito é um homem rico, seus ramo no mercado trata-se de Gelo e peixes. E isso o torna uma figura influente para outros comércios e coisas do tipo, porque muitos mercados de peixes mantem seu produto no gelo para conserva-lo por mais tempo e também ficam sobre gelos na hora de vender...-
Sigo para minha mesa e sento em minha cadeira e continuo a falar - É casado e tem um filho..... Sobre a outra pergunta, eu não sei... Talvez a concorrência de peixes. Por isso lhe chamei! Mais alguma coisa?-



----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 19:14




Excelsior
O jeito que ela age a seguir é tão curioso quanto sua explicação, primeiro Shingen para de me encarar diretamente, ela olha para baixo, pensativa claramente, seu olhar vazio e inexpressivo enquanto levemente sorria demonstrava questionamento, supôs ela que eu desafiava sua autoridade e inteligência, mas em seguida ela caminha até um canto da sala para guardar os papeis, enquanto se virava e me encarava pronta para responder, voltando a sua expressão comum onde provavelmente percebia minhas reais intensões, a obtenção de informação, mas até então apenas mais brechas para solucionar esse mistério são assassinadas, “Kumi como já dito é um homem rico”, nada de novo até então, mas ela tem noção da missão afinal foi revisada por ela, “seu ramo no mercado trata-se de gelo e peixes”, sim, um comerciante de alto calão, tudo pode acontecer, fraude, falsificação, quebra de acordo, concorrências... Conserva e gelo, isso não é de tanta relevância a não ser que eu queira realmente investir nisso, o que não é o caso, não me importam a compra e venda de peixes... Shingen então retorna para sua cadeira, sua área de conforto, sua área de considerações, lá ela poderia pensar melhor no que me informar, eis que surgem informações de extrema importância... “É casado e tem um filho” isso me faz pensar fora da zona de conforto, ele é rico, mas seus companheiros de negócios não precisam necessariamente ser os únicos a desejarem suas riquezas, filho ou esposa, ambos poderiam estar envolvidos de maneiras diferentes e únicas... Infelizmente a senhora Shingen é tão inocente quanto eu em relação a esse mistério... Justificando que me chamou para isso, penso em virar de costas mas sua pergunta me deixa tão excitado que eu não pude negar de responder, -Sim, eu gostaria de ter acesso a informações da nossa mais recente formação Shinobi, quero saber com quem posso lidar, e como ajudar a vila cada vez mais, não quero que pense que desacredito em seu comando, mas eu não acho que nossos ninjas podem se virar tão bem sozinhos...- O que não era mentira, eles podem receber missões de Shingen, mas em campo podem acabar estragando tudo, eu preciso os conhecer e saber quem são antes de mais nada, e quem sabe usá-los, eu não vou retornar a cena do crime sem alguém antes averiguar ela para mim, há riscos, e eu não vou os correr... Ao menos não ainda!

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 20:00



RP - Herança
Ao ouvir as palavras do jovem rio levemente e falo - É sério isso? Acha que é só chegar e pedir grandes informações que lhe darei, quero um bom motivo para isso! Muito menos sei se posso confiar em você. Ajudar em oque especificamente? -



----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 20:16




Excelsior
A mulher riu, o que me desperta uma ligeira curiosidade, não gagejei ou me atrapalhei nas palavras, tampouco fui irônico, se ela não iria levar o trabalho a sério, não demonstrava nenhuma confiança alheia para isso, mas tudo iria se encaixa aos poucos, começando com uma pergunta retórica, apenas sua sobrancelha esquerda sendo erguida, descrente e tendo sua pessoa ofendida por meu pedido "é sério?" Questionava ela, mal sabia que nunca falei tão sério na minha vida, e continuava mais, dizendo que tais informações eram sigilosas demais para caírem em mãos públicas, ao menos é o que interpreto, não sou público e nem menos um qualquer, com a mão direita esfrego minha nuca, convencer essa mulher não vai ser tão simples quanto preparar um café, ela precisava de um motivo, mal sabia que posso dar vários, e também queria saber como eu os usaria, se ela mantém sigilo sobre informações, essa parte também seria meu sigilo, mas Shingen é a Daimyo e ninguém mais, se eu não a mostrar que pode confiar em mim, tanto quanto confio nela, ela não irá ceder, o problema é que não confio nela, não confio em ninguém, e estaria disposto a fazer o necessário pela justiça... Uma vez mais venho a tossir com a mão em frente a boca -Senhora Shingen!- Digo seguido de uma breve pausa para respirar antes de começar a dizer meus motivos... -Lamento informar mas creio que Mokuami está se tornando uma sombra do que um dia foi, nosso exército não se destaca em nada e não há ninguém que mereça um real conhecimento, não tenho informações sobre nada de temas militares, não nego que adoraria ter arquivos sobre isso, sobre informações comerciais e continentais, sobre outras vilas e segredos ocultos, mas atualmente, meu foco e ajudar a vila, eu preciso conhecer quem está do meu lado para ajudar a comandar estes Ninjas!- Mesmo me perdendo nas palavras acho que expliquei bem o suficiente a primeira parte, depois desviando o olhar para a direita demonstrando certo egocentrismo de minha parte finalizo -Odeio sujar as mãos com coisas desnecessárias, fazer esforços e ficar cansado, eu prefiro agir de longe, em segurança e com cautela, até o momento correto.-...

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 21:24



RP - Herança
Encaro o jovem... Poderia ser verdade, ou não..... Não posso entregar informações das pessoas para um "estranho", essas não são suas intenções, ou são? Ele fala com tanta certeza.... Estou muito cansada e quero dormir, vou entregar dois arquivos para ele, não vai ser muito porém mostrará que confio nele e do papo!!
- Olhe.... Não confio em você,  nem te nomei Comandante e já fala que irá comandados, essa merda não tem nada haver com sua missão, mas... Irei lhe entregar dois aleatóriamente, é pegar ou largar, e sem mais perguntas!!-
A mulher vai até o arquivo e abre a gaveta do meio, onde pega dois envelopes e estende sua mão em sua direção na forma de entregá-lo.



----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 22:00




Excelsior
Ela mantinha o mesmo olhar frio enquanto me encarava, com um leve sorriso que dava a entender confiança, embora um incômodo por meu pedido lhe ofender a inteligência, por meio segundo ela desvia o olhar, considerando que realmente deva confiar em mim, mas encarando meus olhos uma vez mais enquanto seu sorriso levemente se tornava nulo e a estaca uma vez mais era zero, ela apóia seus pensamentos e considera algumas informações, pois desvia o olhar e provavelmente pensava nos arquivos, ela possuía olheiras, tão grandes quanto às minhas, embora eu esteja acostumado com noites em claro e reaja melhor a isso, a pupila dilatada de Shingen a impede de ter uma resposta concreta e decisão importante, talvez meia noite tenha sido uma péssima escolha de horário... Após muito considerar ela parece se decidir, enchendo seus pulmões de ar para quem sabe me chamar a atenção... E com a espera a verdade vinha, "Olhe..." ela busca a melhor maneira de se comunicar comigo... "Não confio em você" pois é, nem eu mas não quero que saiba disso, não me importo se me nomeou algo ou não, eu não vou me arriscar com um assassino só por essa droga de missão, por isso tanto desejo os arquivos... Recebo de bom grato os que me são oferecidos, já determinado a retornar outra hora e pegar os restantes, reverencio dizendo ao ar... -Obrigado- Claramente insatisfeito, mas antes um pássaro na mão do que dois voando... Me retiro do castelo e checo os arquivos de Uchiha Izunya e Vastaya Hikari... Não me sinto confortável lidando com Uchihas, o que me resta a tal garota, continuo andando pela vila em busca da tal membro do clã de aves... Seria pré conceito procurar em Torres ou árvores? Ou apenas algo óbvio a ser feito, só não quero a encontrar mastigando uma minhoca, seria extremamente desnecessário... Assim que eu a encontrar, me aproximarei sem revelar o rosto...

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 22:39



RP - Herança
Você caminha pelas ruas da vila em busca da jovem... No papel estava escrito que a mesma vai ser encarregada de rondar a vila no período noturno.
Alguns minutos caminhando pela vila, você chega na área comercial onde pode acertar logo em frente alguém caminhando ao lado de um muro atrás da pessoa uma árvore.



----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Sab Jul 22 2017, 22:58




Excelsior
Como sempre, ao menos hoje a noite, esse clima ainda pós chuva acabava com minhas resistências, bocejo alto andando pela estrada lamosa enquanto continuo a analisar a ficha técnica dos dois ninjas, Uchiha Izunya, garoto, dezoito anos, não me parece grande coisa em análise, já a garota Vastaya, Hikari? Cabelos rosas? Este clã... Um híbrido ave? Isso é tão interessante que praticamente me obriga a usar ela como isca para entrar na mansão, afinal, o assassino sempre retorna a Cena do crime, se a Hikari puder assegurar a área antes, eu iria fazer meu trabalho com o dobro de eficácia, e ainda evitarei esforços desnecessários... Continuo andando até o momento que vejo alguém que bate com a descrição, por exceto que ninguém mencionou uma asa... Me aproximo lentamente em direção a árvore atrás dela, respirando leve e em passos vagos, saco o pergaminho e risco com minha unha a linha da recompensa, já apoiado na árvore respiro fundo antes de dizer alto... -Não se mova Vastaya Hikari- Minha posição em relação a ela era perfeita, simplesmente uma árvore nos separava, e ainda assim nos mantínhamos de costas um para o outro... -Você não foi enviada para ficar de guarda por acaso, eu sou H, e você vai me ajudar, vá até a mansão de Kumi, a sudoeste do castelo de Hakai, lá lhe passarei mais informações... Não me procure, eu lhe encontrarei...- Abro o pergaminho e solto ao lado da árvore... -Esse pergaminho lhe provará minha autenticidade...- Como será que ela iria lidar com isso, eu mesmo me sinto confuso, mas na melhor das hipóteses ela pode achar que sou um Ambu... -Conte até dez antes de se mover- E então deixo o local indo em direção a mansão... Até agora consegui evitar qualquer identificação e assim pretendo continuar, até já não mais conseguir, em frente a mansão, a observo de longe esperando pela vinda da garota, oculto atrás de uma construção aleatória..

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Hikari


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Dom Jul 23 2017, 14:38











A rebelde e o desconhecido!
A Caminho Noite Em RP

Eu realmente detestava a ideia de ter que trabalhar com humanos, ou de ficar perto deles, afinal, eu era diferente, ninguém costuma confiar em alguém que tem penas, ou uma asa, não era a primeira vez, mas, eu não tinha escolha, talvez se eu ficasse mais próximo deles quem sabe eu não conseguiria algumas informações sobre o homem de máscara e os planos dele. Não, sei que não vai ser fácil.

As orelhas se aguçaram ao ouvir uma voz masculina, calma, porém séria que vinha de trás da árvore aonde eu estava encostada, como se soubesse bem aonde eu estava, o que esclarecia o porquê que eu havia sido escolhido para estar de guarda, assim como ele citara, alguém estava por trás dessa decisão, e ele aparentemente sabia bem disso.

Quis bem puxar algumas plumas e interroga-lo, não gostava de falar com alguém que não podia ver o rosto, e muito menos se identificava, uma letra não era suficiente para mim, estava prestes a virar a árvore com um punhal de pluma em seu pescoço enquanto ouvia aquelas informações precisas, até que ele arremessou o pergaminho que dizia que provaria sua autenticidade.

Respirei fundo, pelo visto não tinha escolha, abaixei-me e peguei o pergaminho, ele mandara que eu contasse até dez antes de me mover o que foi estranho, seja lá quem fosse, aparentava calcular bem os movimentos que realizava, fechava o pergaminho ainda com vontade de o interrogar com punhais, mas tudo bem, dessa vez passa... Oito, nove dez... Agora, eu tinha uma escolha, ir atrás dele, ou seguir seu comando, e por hora, é melhor seguir pois mais tarde posso aproveitar isso como um favor, ele pode me ajudar.

Saltei para cima dos galhos da árvore para me dar um apoio e então saltava para os telhados das residências e tomava rumo até o castelo Hakai, para depois ir ao meu destino, caso alguém resolva me seguir, ia saltando telhado por telhado rapidamente, pensando em quem seria o tal H.

ME NARRATIVE OTHERS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Dom Jul 23 2017, 16:39



RP - Herança
O jovem Handa chega em frente a construção, a casa era grande, 3 andares, um pequeno jardim em volta da casa com grandes arbustos. 1 poste em cada esquina em volta da mansão, 4 no total. O jovem então entra em um beco escuro onde la havia um mendigo adormecido em cima de pano esfarrapado. o local era adequando para observar a chegada da jovem

Apos um tempo Hikari acha a mansão, a mesma fica em frente ao jardim da casa.
Citação :
(as partes com ''-'' foram borradas)
Missão: O assassinato
Dificuldade: B
Objetivo: Ache o culpado pela morte de Kumi.
Recomp--sa: -- ---us
Descrição: Kumi, um dos homens mais ricos de Mokuami, acaba de ser encontrado por sua faxineira morto em seu quarto, ninguém viu como aconteceu.




----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Handa


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Dom Jul 23 2017, 16:48




Excelsior
A garota chega, não nego que fiquei pensativo se iria ou não acreditar em minhas palavras, sua presença era crucial a partir de agora, pois ela faria a segurança do local, observo a mansão antes de mais nada, ela tinha três andares, a probabilidade do quarto do assassinado, Kumi, ser no terceiro é alta, pois este é o padrão de vida Japonês, ainda assim, são três, e tudo precisa ser devidamente analisado após ser definido como realmente seguro, o jardim em volta da casa representava luxo, o homem realmente tinha com o que gastar, não hesitando em ter seu próprio terreno particular... Caminho em direção ao poste sudeste da mansão, o mais próximo a Hikari, novamente fico de costas para o poste, no extremo lado oposto à garota -Hikari, seu papel a partir de agora é importante!- Afirmo de inicio, alto e claro para que ela se aproxime do poste, eu sabia que ela iria respeitar minha preferência por me manter oculto, por isso, não havia preocupações... -Ocorreu um assassinato nessa mansão, você vai entrar nela e criar um mapa mental, retornar e me informar tudo o que viu, se encontrar com algo ou alguém estranho, retorne imediatamente- Se ela fosse no mínimo não ignorante, iria perceber que eu claramente vou usá-la para me proteger, mas não é como se eu estivesse a usando... -Você será paga pelo trabalho e promovida a Tozama assim que terminar, é o mínimo que posso garantir!- Dou um leve tapa em meu bolso de Ryous simbolizando que não estava a mentir, e nem iria continuar -Tome cuidado, dizem que o Assassino sempre retorna a cena do crime, não que eu ache que seja o caso, um assassinato interno e isolado, talvez ele não esperava que fosse encontrado, ou até queira que fosse, bem, boa sorte de qualquer forma! Estarei esperando neste mesmo ponto...- Volto a pensar sobre o caso enquanto ela faz o que lhe ordenei.

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aldeão
Aldeão
avatar

Hikari


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Dom Jul 23 2017, 18:07











A rebelde e o desconhecido!
A Caminho Noite Em RP

Chegava no local e descia até o solo, em frente ao jardim, pensando no porque ele precisaria de mim aqui, até que voltava a ouvir sua voz, olhava em volta, sua voz vinha de trás de um poste e eu a ouvia atentamente. Então era isso... Uma isca, quem ele era começava a aparecer, eu deveria dizer alguma coisa, ser usada... Não seria a primeira vez.

Eu estava prestes a me recusar quando ele falou no assassinato, o que me deixava de certo curiosa, ouvi atentamente, um assassino sempre retorna não é? Interessante, e ainda seria recompensada por isso, se bem que essas recompensas humanas não me eram muito interessante, mas eu seria reconhecida, logo, seria mais fácil conseguir informações, então repensei a situação.

Ele me mandara tomar cuidado, disse que queria um mapa mental explicando como era a casa, cuidado deveria tomar o assassino, que era bem quem eu iria procurar, caso não o encontrasse, retornaria com o que ele pediu, mas se tudo corresse como eu esperava, eu entraria, investigaria a casa, assassinaria o assassino, e voltaria, matando dois coelhos com uma só pluma.

Antes de sair, ainda soltava uma piada para o tal H. - Eu sinto por isso, mas estou prestes a arruinar o seu dia. - Saltava tomando o poste como apoio e indo em direção a mansão, não seria estúpida a ponto de ir em direção à porta da frente, as pessoas não costumam receber bem quem tem penas, ou uma asa.

ME NARRATIVE OTHERS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

Takeda


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    Seg Jul 24 2017, 14:33



RP - Herança

A jovem voa até a mansão, olhando para ela pode notar algumas luzes acesas do primeiro até o segundo andar. Hikari plana até o telhado e la se estabelece até o próximo passo.



----------------------------------------------------
...
Voltar ao Topo Ir em baixo



Conteúdo patrocinado


MensagemAssunto: Re: RP - Herança    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

RP - Herança

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

 Tópicos similares

-
» HERANÇA MALDITA: INSCRIÇÕES
» HERANÇA MALDITA: REQUEST
» Lição 11 - Programação: Herança, Alias e modelagem de Procedimentos
» Herança do Mal - Parte 4 - Adaga do Demonio (Crônica Oficial)
» HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Shinobi History - Forever :: Mokuami :: Quests-