Shinobi History - Forever


 

Compartilhe | 
 

 RP - O Serpentário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Narrador
Narrador
avatar

El Presidente


MensagemAssunto: RP - O Serpentário   Ter Jun 20 2017, 13:54


RP - O Serpentário
*Dias se passaram desde a volta de Makyura de sua primeira missão. Em busca de conhecimento sobre seu clã, este foi a visitar seu antigo pequeno vilarejo próximo da área desértica do país.

*Narre tua viagem até o local.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Tozama
Tozama
avatar

Makyura


MensagemAssunto: Re: RP - O Serpentário   Qua Jun 21 2017, 12:31

Passando-se algum tempo eu finalmente venho a me recuperar de meu cansaço e de meus ferimentos devido a ultima missão ,minhas roupas estavam limpas e secas eu volto a vesti-las e me ponho a me dirigir a vila ,onde venho a caminhar vendo os guardas e os moradores ,venho a ignorar todos ali e venho apenas a me dirigir ao palácio da líder da vila .
Subi os degraus da escada vagarosamente pensando em lhe pedir permissão para sair e olhar o mundo aprender mais sobre as coisas sobre mim mesmo,sobre linha linhagem e sobre o que ou o que eu sou .Com tais pensamentos cheguei ao final da escadaria e no portal do palácio reverenciei o guarda do portal para assim adentrar ,passei por um enorme salão e dele fui levado a um corredor com pequenas aberturas  que eram usadas para ventilar e até mesmo atacar pelas mesmas algum inimigo desavisado.
Chegando a sala tirei minhas sandálias e reverenciei a líder e vim logo citar.-Estou aqui para mostrar que cumpri minha missão e estou de fato em vosso exercito ,queria vos pedir permissão para sair da vila para explorar a floresta e seus arredores ,além de poder treinar e poder me conhecer como guerreiro. Após minhas palavras a líder apenas fiquei a aguardar suas respostas.
Com alguns minutos a líder apenas faz um sinal com sua mão sem ao menos me olhar eu a ignoro e volto a vestir minhas vestes e venho a sair de tal local vindo a descer as escadas volto a pensar em minha infância ,pois eu vivia com meus pais e irmãos e os membros de meu clã ,minha antiga vila,que era conhecida como um santuário para as cobras e por tal feito meu clã era requisitado para muitas buscas e missões ,porém nosso poder superou a de muitos clãns ,pois poderia-mos obter poderes para elevar nossa velocidade,nossos sentidos e além de sermos imunes a venenos ,isso gerou certa revolta que trouxe o fim de nosso clã pois outros clãs vieram ao nosso santuário e acabaram com tudo e como recurso minha mãe veio a me trazer até esta vila ,porém ela não sobreviveu devido aos graves ferimentos.Realmente era duro pensar em tais coisas mas era para o meu próprio entendimento ,pois segui para o portal da vila e segui as trilhas do sul e nela acabei me deparando com um campo aberto ,porém a chuva veio a cair dos céus ,pareciam lágrimas dos mortos da guerra .Porém deveria eu seguir mesmo com a chuva ,e logo passando pelo campo vi as montanhas que se iniciavam no final do campo e do vale ,vim então subir as trilhas montanheiras e me segurando a parede forme da montanha ,sentia em mim os fortes ventos que vinham do leste e do oeste ,mas toda a dor deveria ser suportada,pois na vila em que nasci eu poderia encontrar respostas .
Chegando ao meio da montanha havia uma entrada com uma gravura de uma enorme serpente ,ao adentrar o local passei por um túnel que estava claro devido a brechas e rachaduras nas pedras,quando passei, observei que estava já do outro lado da montanha ,onde me deparei a baixo de mim  uma pequena vila que estava em ruínas ,cercada de mato,plantas e esculturas de homens com serpentes e de serpentes gravadas na madeira queimada ,me aproximei e observei depois de dez anos aquele nostálgico lugar em que nasci. 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

El Presidente


MensagemAssunto: Re: RP - O Serpentário   Qua Jun 21 2017, 13:04


RP - O Serpentário
Um vazio era encontrado ao chegar na sede do clã. Podia ver as construções abandonadas, cobras rastejando por todas as partes, alguma hostis devido os mal-tratos causados pela humanidade.

Uma trilha principal levava até sua antiga casa, um pequeno vilarejo e acima no ponto superior da montanha um templo em formato de cobra.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Tozama
Tozama
avatar

Makyura


MensagemAssunto: Re: RP - O Serpentário   Qua Jun 21 2017, 20:45

Após um tempo que parei para apenas a observar a vila vi pequenas cobras ,eu de certa forma me senti feliz e familiarizado com tais animais que muitas vezes eram repudiados pelos humanos.
Porém não fui mexer com tais cobras pois pareciam ser venenosas e mesmo eu sendo quem sou ,não seria eu imortal o fato era seguir para encontrar mais respostas sobre mim mesmo e meu clã,vim então a subir uma trilha e próximo a uma pequena montanha vi o tempo que morei quando era menor eu me felicitei pois ele não havia se incumbido pela guerra ,mas sim pelo tempo me acheguei a sua frente e reverenciei tal lugar em honra de meus finados pais e parentes mortos  e segui para abrir o templo onde empurrei a grande porta de madeira onde ela dificilmente se mexia ,porém usava mais força em mim até criar uma pequena abertura ,o suficiente para eu poder entrar e adentrando tal templo vi o altar que meus pais construirão e em frente a este tirei meus calçados e fiquei a frente do altar de joelhos apenas olhando para o local.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

El Presidente


MensagemAssunto: Re: RP - O Serpentário   Qui Jun 22 2017, 19:03


RP - O Serpentário
-Ora... O Herdeiro da serpente voltou... - Escutava uma voz conhecida, ecoava por todo o templo.

Podia sentir muitas presenças humanoide que o cercavam, cobras pequenas e medianas.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Tozama
Tozama
avatar

Makyura


MensagemAssunto: Re: RP - O Serpentário   Qui Jun 22 2017, 20:49

Estava eu concentrado em fazer um ritual singelo a meus pais e familiares ,porém adentram ao templo muitas cobras ,porém nenhuma vinha com intenção de atacar apenas usavam suas línguas para detectar a minha posição atual e sentir o calor que emanava de meu corpo .Porém uma voz magnifica ecoa por todo o templo era uma voz nostálgica uma voz forte,uma voz que mostrada poder,imponência  mostrava que ele tinha o controle do local ,eu me ponho a me levantar e sem saber de onde vinha a voz apenas situei com minha voz em grave som. -Seja quem for ,apareça ,pois se não aparecer farei com que minhas amigas te achem.Após minhas palavras faço selos de mãos da cobra e do coelho onde permaneço no selo de mão do coelho onde meu chakra se abre atingindo meus pontos chakrais do mantra kundalini, que seria literalmente, "enrolada como uma cobra" ou "aquela que tem a forma de uma serpente". É a energia do Universo ou chi ou Prana em seu aspecto Purna-Shakti, total, como potencial, sendo o Prana-Shakti o aspecto biológico, ou físico,Era uma habilidade sânscrita de meu clã ,com ela eu poderia elevar a minha própria consciência para estabelecer um contato elevado com minha mente e meu chakra,assim meus jutsus seriam mais efetivos e letais Coloquei-me a fechar os meus olhos e elevar mais a minha concentração no meu jutsu ,onde faria com que ele não desperdiça-se tanto do meu chakra e que seu alcance de controle serpentário fosse mais elevado ,pois ainda na posição do coelho ,criei com meu corpo uma rede feita de chakra onde esta se estende pelo  solo e se elevava fazendo com que as serpentes ali vie-sem a ter um contato direto de mim e com meu chakra banhando essas cobras podia sentir a vida de cada uma ,era como se fosse-mos um .
Como se eu mesmo fosse uma cobra ,porém eu tinha pernas e braços ,mesmo assim poderia entender agora como era forte o poder de hiten de meus antepassados .
Me coloquei a abrir os olhos e muitas serpentes e cobras estavam paradas em minha frente e sem dizer palavras fiz com que abri-sem caminho para que eu vie-se a passar ,andando rumo a porta a qual vim a entrar conseguia ouvir os assobios que o ser situava aos ventos,seus assobios soavam dentro de minha cabeça,minha cabeça latejava com tal assobio .
Porém estava eu determinado a encontrar o conjurado de tal ato ,onde usei o jutsu e saindo da posição do coelho dei uma ordem as serpentes que estavam no raio da teia do meu jutsu. -Serpentes,encontrem este que estava a assolar esta terra de meus ancestrais. De fato estava um tanto curioso pois qual homem poderia sobreviver a um local cheio de cobras ,seria um sobrevivente de meu clã que ficou aqui em honra dos antepassados o que poderia ser ,ou quem poderia ser,era uma pergunta que me fiz por algumas vezes .
Usei da consistência de meu jutsu para enviar chakra a minha rede chakral para poder trazer e controlar outras serpentes ,porém com tais pensamentos e falta de uso minha técnica se desfaz por si só ,eu arregalo meus olhos e mordo meus lábios inferiores com uma certa raiva ,porém volto a me sentar fora do templo e volto a fazer os selos da cobra e do coelho e coloco sobre a terra a minha mão esquerda e crio uma nova rede com mais chakra e com o sâncrito de kundalini de meu clã apenas venho a controlar por mim a minha respiração onde com ela eu poderia manipular o meu chakra e com este controle poderia por mim mesmo controlar com mais maestria as serpentes que viviam ali ,onde eu mostraria que não estaria ali para feri-las ,mas sim para honrar meus pais e meus antepassados,me levantava e com meu corpo ereto fechei os olhos para sentir as criaturas rastejantes ali,sentia todos ali e podia entrar em seus pequenas cabeças ,podia senti-las e saber um pouco da situação decorrente do local,porém meu ponto principal era descobrir quem era o visitante que estava a me rondar e a falar com tanto poder com tanta magnitude.    
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

El Presidente


MensagemAssunto: Re: RP - O Serpentário   Qui Jun 22 2017, 21:16


RP - O Serpentário
(Modifica o custo para 15, alcance de 60M)

A tal voz solta uma risada - Essas cobras são suas amigas... Mas são minhas filhas - As cobras vão em direção da voz, você podia ver uma pessoa encapuzada, de pilastras surgiam inúmeros ninjas com roupas negras.
Estes que desapareciam aos poucos, sobrando apenas três deles. Entre as pilastras que estavam encostados tinha 3 portas, estas que levariam até algum lugar misterioso - Já sabe o que fazer para descobrir respostas - Você pisca e a tal pessoa encapuzada desaparece.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Tozama
Tozama
avatar

Makyura


MensagemAssunto: Re: RP - O Serpentário   Sex Jun 23 2017, 14:41

Vi que a situação era estranha ,pois o ser afirmava que ele era o pai das serpentes ,era estranho ouvir isso ,porem ele me mostra três grandes portais onde com uma risada ele me mostra que para eu obter respostas ,observei as portas e vou em rumo a porta do centro onde cada vez que me aproximava esta vinha por se abrir.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

El Presidente


MensagemAssunto: Re: RP - O Serpentário   Sex Jun 23 2017, 16:01


RP - O Serpentário
Você adentra na sala do meio, ao fundo você podia ver um altar com cobras(estátuas) ao fundo, uma longa escada até esse altar com pilastras que seguiam o padrão anterior, estas que tinha detalhes de cobras subindo até o teto, todas idênticas.

No centro do altar você podia ver uma mulher conhecida, era uma amiga de infância, estava de pé gritando por seu nome, pedindo perdão, implorando.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Tozama
Tozama
avatar

Makyura


MensagemAssunto: Re: RP - O Serpentário   Sex Jun 23 2017, 18:41

Adentrei-me a uma estranha sala ,porém quando vim ver por mim mesmo era mais que uma sala era um gigantesco templo dedicado as serpentes as pilastras que sustentavam tal local haviam majestosas serpentes talhadas sobre a pedra e a madeira,de fato era lindo ,mesmo que o local estive-se com algumas rachaduras e teias de aranhas de vido aos anos abandonado e fechado ,sobre o teto havia movimentação,onde lá habitavam morcegos que se esgueiravam das serpentes se prendendo a escuridão do teto. Porém uma voz nostálgica vem do altar que lá existia ,essa voz era feminina e era cheia de magoa e cheia de arrependimentos ,olhei para a mulher ,porém não esbolsei reação apenas citei.- Não importa o que fez,não podemos mudar o passado ,mas sim,criar um futuro,me conte o que realmente ocorreu aqui? Perguntei de forma direta ,pois queria saber quem era o ser que se dizia pai das serpentes e queria saber a que fim realmente os meus antepassados tiveram.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Narrador
avatar

El Presidente


MensagemAssunto: Re: RP - O Serpentário   Sex Jun 23 2017, 21:37


RP - O Serpentário
- Verdade... O Passado não pode ser mudado, Makyura... Makyura - Enquanto ela falava, se levantava com um olhar morto, pele pálida e uma adaga na mão, uma adaga envenenada. Partia em tua direção tentando acertar seu braço com um corte diagonal reto.

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

RP - O Serpentário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» "Colar do Serpentário"

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Shinobi History - Forever :: Mokuami :: Quests-